Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Poupanças e Investimentos Seguros

Poupanças e Investimentos Seguros

Poupanças e Investimentos Seguros

Poupanças e Investimentos Seguros

06
Jul12

Checklist para investir em obrigações

adm

As obrigações são valores mobiliários a que muitas das grandes empresas nacionais recorrem para se financiar. Conheça as principais caraterísticas que deve ter em conta para fazer um investimento esclarecido e mais preparado para o sucesso.


Antes de investir em obrigações, conheça bem o produto financeiro.

1. Conhecer o produto

Investir sem saber o ativo que está a incluir na sua carteira de investimentos é um tiro no escuro. Convém saber que as obrigações são títulos emitidos por sociedades por quotas, sociedades anónimas, pelo Estado ou por entidades como cooperativas que funcionam como um empréstimo dos investidores à empresa emitente mediante o pagamento de juros.

2. Procurar informação

Além de conhecer as condições gerais da operação (taxa de juro, pagamento de juros, prazo, preço de subscrição) convém estar bem informado sobre a documentação disponibilizada. No prospeto base, no sumário do prospeto base ou nas condições finais encontrará muita informação sobre os termos da operação bem como sobre o emitente.

3. Não precisar do dinheiro antes do prazo

Se está a investir em obrigações, mas não sabe se vai precisar do dinheiro investido antes do final do prazo, tenha em conta que se quiser fazer o reembolso antecipado poderá ter de incorrer em perda de capital já que é a liquidez e o valor do mercado podem ser diferentes do valor nominal da obrigação.

4. Diversificar para proteger

Se aplicar todas as suas poupanças nas obrigações de um emitente ficará demasiado exposto aos humores desse mesmo negócio no que diz respeito ao risco do emitente, por isso tenha em conta que além de obrigações a sua carteira deve ter mais ativos diversificados por liquidez (depósitos), por outros títulos de dívida ou por ações.

5. Ter consciência dos riscos

O risco do crédito é o máximo risco que tem de contar quando investe em obrigações. A falência do emitentepode levar ao não pagamento dos juros e/ou do capital investido, por isso tenha consciência que não precisará do dinheiro aplicado para necessidades do quotidiano.

6. Saber que não é um depósito

Subscrever obrigações não é o mesmo que constituir um depósito a prazo. O investimento em obrigações não está protegido pelo Fundo de Garantia de Depósitos que protege os depositantes até 100 mil euros. As obrigações envolvem mais risco e não asseguram capital se precisar do dinheiro antes do prazo de vencimento.

7. Estar informado sobre o emitente

Sabe quem é a empresa que lhe está a pedir dinheiro emprestado? Se não sabe, convém conhecer o emitente das obrigações para perceber a quem está a emprestar o seu capital. Conhecer o relatório e contas, as notações de risco associadas ao emitente, bem como as perspetivas de negócio ajuda a estar mais consciente do risco associado ao seu investimento.

8. Perceber os impostos

Não se concentre na taxa bruta anunciada para os juros das suas obrigações. Na sua conta à ordem o que entrará são os juros já descontados de 25 por cento de IRS. Já no que diz respeito a mais-valias entre a compra e a venda dos títulos, aplicar-se-á também uma taxa de 25 por cento aos ganhos.

9. Conhecer alternativas

Se quer investir no mercado de dívida, saiba que pode fazê-lo também através através de fundos de investimento que escolhem obrigações diversificadas para uma carteira que reflecte depois as subidas e descidas do ativos presentes. Estes fundos exigem normalmente menos capital mínimo de investimento e conseguem balancear o risco.

10. Calcular o retorno

Sabe quanto vai ganhar com as suas obrigações? Nas suas contas devem entrar não só os juros que vai recebendo com os seus títulos, mas também as comissões que terá de pagar em cada um desses momentos de recebimento de juros, as comissões de custódia dos títulos pelo intermediário ou as comissões no reembolso do capital.

fonteR:http://www.saldopositivo.cgd.pt/

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Links

Politica de privacidade

Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2013
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2012
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2011
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2010
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2009
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D